21 de dezembro de 2016

Queimador de Fumaça

1      Introdução sobre queimadores de fumaça de carbonização

Escrito por : Daniel Camara Barcellos

= price cart button

Keywords: queimador de fumaça, fumaça de carvão, fumaça de carbonização, incineração de gases de carbonização, queima de gases de carbonização, controle de poluição em carvoarias, incineração de fumaça de carbonização, etc.

Este artigo épico escrito para você, tem o objetivo de apresentar os 08 erros comuns na implantação de um sistema ecológico de produção de carvão vegetal

Iremos explorar os fundamentos essenciais na implantação de um queimador de gases de carbonização.

Antes de explicarmos o passo a passo de um projeto de um queimador de fumaça, você irá conhecer os erros que levam a projetos mal sucedidos.

add to cart url

 

1.1   Conheça o errado para optar por outro caminho

Conhecendo os erros que outros comentem, você irá rapidamente desviar e sobrepor os obstáculos tornando o caminho para o sucesso do empreendimento rápido e efetivo

Geralmente, os problemas advindos da fumaça de um forno de carvão são significativos.

Tem-se tornando inaceitável pela sociedade moderna unidades de produção de carvão sem o devido controle da poluição.

Nos últimos anos inúmeros queimadores foram construídos e entraram em operação.

= produto id

No entanto, a maioria dos queimadores de fumaça não são eficientes quando operam. Por quê?

Por que erram em conceitos e elementos básicos que iremos explicar ao longo deste artigo épico.

Importante que você tenha papel e caneta a mãos para que você registre os erros e faça uma análise profunda para não incorrer nos mesmo erros.

A produção de carvão vegetal do futuro irá explorar cada vez mais mecanismos de incineração de fumaça de um forno de carvão

O sistema tradicional de produção de carvão vegetal está condenado.

Produtos recentes

 

É apenas uma questão de tempo para que a produção “suja de carvão deixe de existir no Brasil como foi em outros países.

Esteja preparado porque agora você irá conhecer os 08 erros comuns na implantação de um queimador de fumaça de carbonização.

Mas antes disso, entenda o que está acontecendo no mercado de carvão vegetal atual brasileiro.

[woocommerce_shop_messages]

 

 

2      A banalização técnica dos queimadores de fumaça

No mercado nacional brasileiro atual temos tido uma falsa imagem das unidades cológicas de carvão vegetal.

Muitos projetos de queimadores de fumaça de carbonização surgiram e foram implantados nos últimos anos.

Para acompanhar o seu pedido, por favor digite o seu ID de pedido na caixa abaixo e pressione o botão "Rastrear". O ID do pedido foi enviado para você após a finalização do pedido e no e-mail de pedido recebido.

 

No entanto maioria dos queimadores de fumaça tem tido apenas apelo de marketing do que propriamente de eficiência de controle.

Muitos dos queimadores de fumaça de carvão são apenas ENFEITES. Uma bela caixa de presente com uma desagradável surpresa interna.

Muitos dos queimadores são projetos para “inglês” ver, satiricamente falando.

São projetados, construídos e operados sem qualquer referencial técnico, refletindo em altos custos operacionais.

A realidade é que maioria dos queimadores de fumaça de carbonização nem mesmo funcionam.

Alguns queimadores de fumaça de carvão funcionam, mas tão precariamente, que se tornam verdadeiros “fardos”.

Estes queimadores de fumaça mal projetados e operados  tornam a produção de carvão vegetal inviável dos pontos de vista técnico e comercial.

Você pode contar nos dedos das suas mãos, talvez em uma mão apenas, os projetos bem sucedidos de queimador de fumaça no Brasil.

2.1   E o que acontece quando muitos projetos não funcionam?

Quando rpojetos não ecológicos falham, a visão ecológica se torna desacreditada. Pode até mesmo vir a se tornar uma piada no meio de mercado.

Você gostaria de que seu negócios de carvão se torne uma piada? Tenho plena convicção que não.

Projetos não funcionais, beneficiam os produtores de carvão que querem continuar nos métodos ultrapassados de produção de carvão.

Projetos mal sucedidos são justificativas para a sua inércia e “encobrem” a sua falta de compromisso com a sociedade.

Mas, quem se prejudica com projetos de queimadores de fumaça ineficientes?

Quem se prejudica são  os compromissados empresários que buscam formas sustentáveis de produzir carvão vegetal. Empresários que querem trazer algo de valor para os clientes e para a sociedade e não conseguem fazer isso.

Quem se prejudica é a sociedade que não tem uma opção econômica nobre de produção de carvão vegetal, que paga o preço dos problemas ambientais.

Quem se prejudica é o meio ambiente que traz a vida para você e para e as futuras gerações.

Quem se prejudica são os colaboradores da produção de carvão que trabalham em locais inadequados (insalubres) circundados por uma ambiente local repleto de poeira e fumaça.

Quem se prejudica é o Brasil e sua economia, fechando oportunidades internas e externas de negócios sustentáveis (contínuos), negócios com selos verdes com elevada expectativa de perpetuação.

 

 

3      O cenário caótico dos projetos inoperantes de queimadores de fumaça

Mas como transformar uma unidade de produção de carvão poluidora e uma unidade de carvão ecológica?

Como operacionalizar os queimadores de fumaça para que eles funcionem realmente bem?

O primeiro passo é Ensinando as pessoas interessadas do segmento a projetar, construir e operar queimadores de fumaça eficientes.

Isso pode ser feito hoje pelo treinamento avançado da Fórmula da Carvoaria Perfeita. O Conhecimento está acessível a qualquer pessoa a um custo muito baixo.

Mas adianta apenas ensinar?

Não , não basta apenas ensinar, é necessário definir e segmentar responsabilidades.

Quando existe responsabilidade existe compromisso, e todo compromisso é algo que nos faz crescer.

É necessário que os empresários assumam a responsabilidade pelos seus projetos. Eles serão os primeiros a usufruir dos benefícios de uma unidade ecológica de produção de carvão vegetal.

3.1   Um processo de evangelização de larga escala em produção de carvão vegetal

É necessário que sejam formados (ensinados e depois) contratados engenheiros habilitados e capacitados que assumam responsabilidade técnica dos novos projetos nas 03 vertentes do sucesso

  • Assuma a responsabilidade técnica no PROJETO
  • Assumam a responsabilidade técnica na CONSTRUÇÃO.
  • Assuma a responsabilidade técnica na OPERAÇÃO.

Uma outra responsabilidade que precisa ser bem definida é o da fiscalização.

A fiscalização precisa garantir que as premissas de cada projeto ecológico de produção de carvão vegetal sejam cumpridas.

Mas como garantir isso?  Definindo parâmetros reais e mensuráveis de verificação e treinamento de fiscais em produção de carvão ecológico.

Entra aqui mais uma vez a questão da capacitação de pessoal.

A fiscalização precisa se capacitar tecnicamente até para poder cobrar.

A fiscalização tem que facilitar os projetos REAIS de cunho ecológicos e punir quando necessários os que se desviam do propósito maior de uma produção sustentável e os que tentam enganar a sociedade com projetos de enfeites.

As unidades modernas de produção de carvão com queimadores de fumaça eficientes envolve uma MUDANÇA COMPLETA DE CRENÇA.

E toda a mudança de crença envolve resistência, é natural.

No entanto a resistência natural não pode ser um empecilho para uma mudança maior em que toda a sociedade é beneficiada.

3.2   Desaprender e reaprender a produzir carvão vegetal

O primeiro passo é que o mercado desaprenda como fazer carvão de forma tradicional.

È necessário que sejam instalados novos valores e referencias na moderna produção de carvão.

A mudança das crença vai além do ensino, vai a necessidade de uma EVANGELIZAÇÃO de um novo modelo sustentável de produção de carvão vegetal.

Irei repetir aqui o termo, é necessário uma EVANGELIZAÇÃO das novas premissas de produção de carvão ecológico.

Iremos explorar este tema nos erros comuns na implantação de uma unidade ecológica de produção de carvão.

 

 

4      Os 08 erros ao se implantar um queimador de fumaça de carbonização

4.1   Erro1 – Não pesquisar bem as opções e referências de um projeto eficiente de queimador de gases de carbonização.

A decisão da escolha de unidade ecológica de produção de carvão deve passar pela PESQUISA OU PROSPECÇÃO.

De forma bem simples a pesquisa nada mais é do que a verificação e hierarquização das opções compatíveis para a tomada de decisão.

A decisão de escolha passar por um filtro simples de 03 passos

  1. TER RECURSOS: Tenho dinheiro para investir numa unidade ecológica? Quanto custa a mais minha unidade ecológica?
  2. TER URGÊNCIA: É necessários eu ter uma unidade ecológica agora? Qual o risco iminente de uma unidade não ecológica ser fechada?
  3. TER OPÇÂO REAL e COMERCIAL. Quem me fornece o projeto ou a fábrica de carvão ecológico tem Know-how? Quantos projetos comerciais bem sucedidos existem? Qual o custo benefício desta opção em retorno financeiro?

4.2   A busca por opções comerciais sólidas em produção de carvão vegetal

Um ponto importante a destacar é que a decisão de escolha da pesquisa ou prospecção deve ser basear em referenciais comerciais.

Implantar uma fábrica a partir do P&D é um grande risco.

Apesar de trabalhar com pesquisa e desenvolvimento a 20 anos e ser defensor do desenvolvimento constante, um projeto ecológico só deveria ser ofertado para o mercado com um nível de maturação tecnológica elevado.

Na cadeia produtiva do carvão vegetal muitas pesquisas entram no mercado sem o processo de maturação adequado e isso leva a resultados incipientes e desastrosos.

Existem empresas que investiram verdadeiras fortunas em projetos ecológicos e não tiveram resultados efetivos.

Isso acontecia porque faltava algo geralmente:

  • Produto de baixa qualidade (projeto)
  • Processo ineficiente (gestão e operação incorreta)
  • Pessoas não capacitadas .

Conhecendo o mercado de carvão há 20 anos posso afirmar que os erros acontecem nas 03 vertentes.

Então antes de continuar a leitura deste artigo, tenha consciência de que a pesquisa é o seu primeiro passo.

Uma pesquisa profunda, racional e direcionada a sua realidade.

Então vamos ao próximo capitulo em que falaremos sobre planejamento da implantação de um sistema ecológico de produção de carvão vegetal.

 

 

 

4.3   Erro 2 – Não realizar TODOS os planejamentos necessários  a implantação de queimador de fumaça eficiente

Após a fase de prospecção e pesquisa vem a fase de PLANEJAMENTO.

Logicamente que e a decisão da escolha do fornecedor e do modelo do seu queimador de fumaça da sua fábrica de carvão ecológico já terá sido efetuada.

Uma grande erro que a maioria das pessoas comete com relação a implantação de um queimador de fumaça é não realizar previamente TODOS os planejamentos necessários.

Mas que PLANEJAMENTOS são necessários em um queimador de fumaça de carbonização?

  • Planejamento de implantação (projeto e construção)
  • Planejamento da operação (da produção e do controle de poluição).
  • Planejamento da promoção (lobby interno e externo do seu modelo de controle de poluição)
  • Planejamento de capacitação COMPLETO de TODA sua equipe operacional
  • Planejamento da gestão (personalização  da produção e controle de gases da sua realidade)
  • Planejamento do controle e feedback (coletar dados precisos, gerar informação e efetivar decisões)

Lembre-se que a fase de planejamento começa após a escolha do seu projeto que foi apenas o seu primeiro passo.

4.4   Adaptar ou fazer um novo projeto ecológico de produção de carvão vegetal

O planejamento da implantação de uma unidade ecológica de produção de carvão vegetal com queimador de fumaça de carbonização pode acontecer por duas linhas.

  • Pela construção de um queimador e fornos de produção de carvão num layout completamente novo
  • Na adaptação de queimadores de uma unidade tradicional aproveitando os fornos e o layout existentes.

Mas qual é a opção melhor? Um novo projeto ou um projeto adaptado?

O que couber no seu bolso!

No entanto, destacamos que qualquer projeto que se inicia sem vícios,  previamente calculado e desenhado para otimização é necessariamente uma melhor opção.

Necessariamente não precisa ser a sua opção de substituir todos os seus equipamentos, mas lembre- que se for possível e factível ter um projeto otimizado na “planta”, tome esta decisão.

 

Join Waitlist We will inform you when the product arrives in stock. Just leave your valid email address below.
Email Quantity We won't share your address with anybody else.